Pular para o conteúdo principal

Contos de Som e Silêncio #10

Foi de um segundo para o outro que ele decidiu, decidiu ser feliz e não fazer feliz, não considero egoísmo ele ter escolhido a si mesmo, pois se escolhesse a ela faria ela infeliz, se tu não está feliz automaticamente faz o outro ser humano que vive contigo ser infeliz.
Um casamento é algo muito importante e sério, para a pessoa decidir casar tem que pensar muito antes e quem diria que perto da hora do “Eu aceito” traria tantas dúvidas e incertezas, qual tipo de felicidade você escolhe?
Em Medo da Chuva, da querida Carolina Utinguassu, muitos julgariam como felicidade mas o noivo Henrique resolveu abrir mão desta felicidade, para florescer a verdadeira felicidade de dentro dele.
O conto, inspirado na música de mesmo nome, do grande Raul Seixas, se desenvolve delicadamente. Com parágrafos milimétricamente calculados, podemos sentir e viver toda a angústia e alegria do protagonista. E também podemos notar o quanto a sociedade está enclausurada por seus dogmas e conceitos, e, principalmente, como a perplexidade se mostra aparente quando, finalmente, nos desprendemos dessas estimas e resolvemos mudar; o quanto a mudança se faz necessária, e tudo que estamos perdendo quando ela surge, mesmo que por um buraco apenas, e a deixamos passar. 
Por se tratar de contos não posso mais ir tão profundamente ao explicar essas incríveis histórias. Mas outro conto que me chamou a atenção e que, de certa forma, me marcou foi A Novidade, de Alexandre Braoios. 
Ele trata de coisas que ainda vivemos, o pânico por trás da inovação, vamos aprender um pouco mais deste assunto tão importante.
Duas pessoas com personalidades diferentes estão em uma mesma situação. A situação, portanto, foi apresentada de maneira opostas para ambas, mas as duas deveriam dar o mesmo fim e solução para o problema. Ou solução que se apresentaria, quando deparados com uma criatura surreal, começa ai um conflito gritante por moralidade.
Assim como no século que vivemos, o novo impressiona muitos, mas na maioria das vezes causa um terror gritante e assustador, e todo esse medo nos ajuda a termos força e seguir em frente.
O conto fala sobre o medo de não aceitarmos novidades e aceitarmos, isso tudo nos faz lidar melhor com o fato de aceitar a todos os seres humanos como iguais.
Espero que tenha gostado porque este livro é muito instigante.
BOA LEITURA!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Batalha dos Mortos - Rodrigo de Oliveira #23

Rodrigo de Oliveira estreou com o grande livro "O VALE DOS MORTOS" que todos amamos e ficamos completamente surpreendidos pela tamanha qualidade e história incrível sobre APOCALIPSE ZUMBI que o Autor criou, nasceu em 1976 em São Paulo, Capital. Reside atualmente em São José dos Campos, interior de São Paulo, o nosso querido Autor é casado e tem dois filhos.
Além de ser um Escritor incrível, Rodrigo atua também como Arquiteto de Sistemas Sênior em SP e é certificado como especialista em gerenciamento de Projetos pelo Project Management Institute sediado na Filadélfia/Pensilvânia. Não só é especialista em escrita como também em outras áreas de profissão, Rodrigo é muito querido pelos fãs por ser tão educado e atencioso com todos, você irá se apaixonar não só pela obra mas também pelo ser humano que Rodrigo de Oliveira és.
No livro dois os zumbis acabam ficando em segundo plano, mas isso não significa que os zumbis não existam mais, as pessoas apenas se acustumaram com a atual …

A Era dos Mortos - Parte 1 #LANÇAMENTODOMÊS

Rodrigo de Oliveira, acabou de fazer uma postagem no Facebook dele com a seguinte foto da capa incrível do livro novo, estamos ansiosos Rodrigo nosso coração está a mil para ler este livrão, ele publicou o seguinte anunciamento:

Bom dia, chegou o grande momento! Estamos iniciando a pré-venda do livro "A Era dos Mortos - Parte 1"!

Gente surtei, vamos comprar está sendo vendido pela Amazon e Livraria Cultura vou deixar os links para vocês comprarem então segue o baile e vamos para o mundo para comprar "A Era dos Mortos - Parte 1".

LINK PARA COMPRA:
Livraria Cultura
Amazon


Segue a baixo SINOPSE:

E OS HUMANOS DESCOBREM QUE A PIOR DESGRAÇA NÃO SÃO OS ZUMBIS... Vários anos se passaram desde que Uriel, agindo como um tirano, assumiu o controle da maior colônia de sobreviventes do apocalipse zumbi na Terra. Ivan, Estela e quase todos os seus aliados estão mortos. Do grupo original, apenas Isabel, Mariana e alguns poucos conseguiram escapar de Ilhabela. E a cada dia, a fome de p…

PRIMEIRAS IMPRESSÕES: EU SEMPRE FUI AZUL

Esta é a história de uma pessoa que foi forte demais, por muito tempo aguentou os socos que a vida lhe deu em silêncio, várias pessoas dizem que suicídio é sinal de fraqueza,  mas não é, pensa comigo é difícil segurar nas costas todos os problemas e ficar tentando salvar as pessoas, enquanto isso as pessoas só se afundam mais e isso te detona pessoalmente, foi assim para Paulo, o garoto de apenas 17 anos tinha que superar um problema gigantesco que acontecia frequentemente, seu pai era abusivo, e sua mãe era uma usuária de droga, trocava sexo por droga, muitas das vezes que fazia isso era quando Paulo ainda estava em casa, imagino o nojo e vergonha que ele sentia, um assunto tão delicado que eu no lugar de Paulo me sentiria um lixo e digo que ele até aguentou tempo demais, só não saberíamos que tudo iria ter outro rumo, nem mesmo Paulo imaginava. O livro fala de suicídio de uma forma realista, de uma forma que quem já passou entende, depressão é uma doença complicada, ela pode ficar …