domingo, 26 de novembro de 2017

O Casamento - Victor Bonini #24

Victor Bonini é um grande Escritor ao qual todos sempre acharam que ele fosse escrever mistério, aos 7 anos de idade Victor escolheu como tema de sua festa o filme "Pânico" e seu amor por esse lado sombrio só foi crescendo, na adolescência devorou todos os livros policiais que conseguiu encontrar, ele acabou cursando Jornalismo aos 18 anos e quando fez 22 anos publicou seu primeiro livro pela Faro Editorial chamado "Colega de Quarto" e começou a entender que escrever é a forma de dar vazão a debates internos sobre a lógica de crimes e mentes psicopatas.
O casamento é um grande mistério, devo dizer que foi o primeiro livro que me enganou completamente, todo meu sexto sentimento sobre desfecho de histórias não adiantou jamais imaginaria que a história tomaria este rumo, um rumo de ilusão e medo ao qual Diana tem a resposta para todas as questões e agora fica a pergunta, porque?
Aquele tipo de casal que não era pra estar junto, a família toda era contra ao grande amor dos dois mas eles superaram todas as barreiras que foram impostas a eles e se manteram firmes, e finalmente chegou o grande dia, o dia de ser felizes para sempre, o dia de Plínio acordar ao lado de sua amada pro resto de sua vida.
Antes de falarmos sobre o casamento vamos relembrar como Plínio e Diana se conheceram, Diana um belo dia tomou uma bebedeira e por conhecidência acabou conhecendo a irmã de Plínio e a moça teve a grande ideia de nadar pelada, só que todo o pessoal da faculdade viu e ficou sabendo, então Diana começou a ser atormentada por causa deste grande fato, mas tudo que ela queria era ser gentil com alguém que precisava ser ouvido, neste mesmo dia a irmã de Plínio desabafou com Diana contando que seu pai era abusivo e ela ficava muito triste por isso.
Um tempo se passou e as pessoas ainda não tinham esquecido que Diana tinha nadado pelada, então ela tinha marcado um encontro com um cara em um bar da faculdade ou perto da faculdade, ela foi pra lá e as horas foram se passando e ela foi bebendo e bebendo e ai percebeu que o cara com quem tinha marcado o encontro deu um "bolo" nela, simplesmente deu pra trás e não foi nem capaz de avisar, Diana então continuou no bar afogando as magoas na bebida até que chega um cara de porte atletico, alto pra caramba e começa a lançar um certo charme pra cima dela, ela fica confusa e totalmente fechada, não quer dar assunto pra um total desconhecido.
Mas depois de uma conversa conturbada tudo mudou e Diana finalmente deu uma chance para Plinio, chance essa que acabou virando casório depois de alguns anos, os depois iam se casar mas bem no dia tão esperado um assasinato sangrento aconteceu, o detetive Conrado tem muito a falar sobre isso e ai você está preparado para ouvir?

NOTA DO RESENHISTA:
Eu simplesmente amei este livro e se vocês comentarem muito aqui será sorteado no canal, tem que comentar muito aqui e compartilhar o canal com algum amigo, chama seu amigo para a gangue dos trevosos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário